sábado, 20 de novembro de 2010

MULHERES E mulheres


Meus queridos amigos e leitores, não quero que me tomem por um machão insensível, que generaliza todas as mulheres e as toma como seres desprovidos de inteligência, pois foi isso que disse minha querida esposa ao ler este post. O que quero fazer é por em debate uma questão que esteve em meus pensamentos na noite que passou e discutir com vocês a minha idéia a respeito da banalização do sexo. Tenho pensado que se há uma coisa comum nos dias de hoje é a violência feminina. Entendam que essa violência não significa dar porrada. Não veremos mulheres batendo em homens com um chicote. A tortura que as mulheres impõem se materializa no âmbito da provocação e da tortura psicológica.
A moda das meninas de hoje é seduzir e esnobar. Qual é o grande barato disso senão fazer o homem sofrer? (pobrezinho...). Quando relatamos esse tipo de comportamento feminino para as mulheres, elas se defendem dizendo que é uma minoria de mulheres que agem dessa forma. Seria realmente uma minoria? Ou agora as mulheres tomaram coragem de assumir esse tipo de estratégia publicamente?
que vemos hoje em dia é uma mulher alucinada com o poder que o corpo lhe dá. Ela simplesmente pensa que esse poder não tem limites, que pode usar sua sexualidade livremente de forma vulgar. Segundo essa lógica, é muito mais fácil ser mulher, porque elas precisam de menos esforço social para ter uma vida afetiva mais rica, mas na realidade, isso é uma ilusão, o corpo fenece e o que sobra depois que a beleza e a juventude vão embora?
A mulher de hoje, que acredita poder conquistar sua felicidade através da efêmera beleza do corpo, delíra! Elas só mudam e se tornam mais humanas quando não possuem mais meios de humilhar e barganhar com os homens. Isso não é privilégio de baladeira não! e uma cultura feminina generalizada. Uma das principais reclamações femininas após os 40 anos, é que os homens não as procuram como antes, porque agora eles só querem as novinhas, mulher que viveu o passado inteiro usando o sexo como meio de conquista da felicidade, agora não aceita que não tem mais o poder da beleza, da sedução da juventude. Algumas, delas pela via do desespero, ainda tentam provar que possuem tal poder, exibindo namorados mais jovens como sinal de poder. Mas elas sabem, ou fingem não saber, que esses namorados novos só querem sexo fácil. E depois de algum tempo, eles as rejeitarão.
O poder que supostamente elas acreditam ter pela disposição do seu sexo, seu corpo não possui mérito. Seria bom se todas as mulheres entendessem isso. Não adianta elas jogarem na cara dos homens que são melhores, superiores porque possuem mais opções sexuais, afetivas, porque o poder desse corpo não veio com esforço pessoal e intelectual, é um poder sem mérito.
Elas não podem achar que poderão brincar a vida inteira com os sentimentos dos outros e sair sempre no lucro. Isso terá consequências mais cedo ou mais tarde. O homem que foi humilhado no passado boicotará a mulher que tem esse perfil. A mulher com esse perfil é geralmente aquela que se acha atraente demais e boicota todos os homens que se aproximam dela com joguinhos e torturas psicológicas. O homem que passou por isso, mais tarde irá boicotar todas essas mulheres. Elas são as bonitas e gostosas que não casaram, e que agora estão com má fama por terem dormido com muitos homens safados, promíscuos, mulherengos, apenas para uma demonstração de poder na sociedade. Mulheres promíscuas, que usam a independência, o esclarecimento, a escolaridade, o trabalho, ou qualquer coisa para justificar o comportamento libertino delas serão boicotadas mais cedo ou mais tarde. E as que não foram ainda, é porque ainda não chegaram na idade.
Ter muito poder corporal exige da mulher um uso sensato e responsavel desse poder, As mulheres que não fazem bom uso desse poder serão cobradas mais tarde e não adianta nada elas reclamarem. Para os homens que sofreram é uma questão de justiça.
Se discordam, digam porque...

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Gente, não posso fazer comentários de mau humor rs
    Adoro reler os meus comentários anteriores para saber como eu estava no momento, nossa, eu estava uma pilha, deve ser TPM a data bate direitinho rs
    Bom, pega leve amigo,náo existe homem passado para trás.
    Cada um de nós escolhemos alguém para nos completar. Nunca escolhemos alguém sem razão
    cada pessoa nos alimenta de alguma forma.
    Beijos pra ti

    PS. Hoje mais calma rs

    ResponderExcluir
  3. Sou sim uma mulher diferente... Sou do jeito que tenho que ser, independente das convenções sociais, dos dogmas, dos preconceitos. Nunca aceitei que me dissessem como eu deveria ser e me comportar, começei a trabalhar cedo por isso, não aceitava meus pais me impondo como eu devia ser, e isso me ajudou a conquistar meu espaço no mundo, mas a sociedade é mesmo forte e preconceituosa, apesar de não precisar de nada e nem de ninguém, as pessoas que se relacionam conosco se acham no direito de nos julgar e de nos rotular, e a arma da sociedade é a exclusão, ela exclui quem se rebela contra o que, em tese, é o certo... FODA-SE todo mundo, podem me chamar de maluca, mas não preciso que me digam o que devo fazer. O que pensam de mim não interfere no que sou, fodam-se as convenções, fodam-se os preconceitos. Eu sou dona do meu nariz, me amem ou me odeiem, eu continuo vivendo e me amando... Espero que aquele que escolhi para estar comigo, realmente esteja comigo... Não seja mais um marionete, aceitando o que os outros querem que ele seja. Pra ficar comigo tem que ser Homem de verdade...

    ResponderExcluir